quarta-feira, 17 de setembro de 2008

O Corpo Expedicionário Português de 1917 (base HaT) - 3ª parte


Image Hosted by ImageShack
Uma figura transformada, de joelhos com espingarda e o oficial de infantaria da HaT

Cada grelha deste conjunto da HaT inclui 16 poses diferentes, pelo que existem figuras repetidas, sendo que optamos por modificar algumas, de modo a aumentar a variedade do conjunto e dar-lhe alguma originalidade adicional.

Assim, trocamos a parte superior e inferior de duas figuras repetidas, de modo a que um dos atiradores ajoelhados em posição de tiro ficasse numa posição de espera, com a espingarda na diagonal, usando as duas parte sobrantes para construir uma nova figura.

Também substituimos as faces das figuras que estão a lançar uma granada, algo absolutamente necessário dado que os originais têm as faces absolutamente lisas e não possuem nenhum detalhe, como o nariz ou a boca, pelo que têm que ser modificados para estar ao nível exigível nos dias de hoje.


Image Hosted by ImageShack
Uma metralhadora pesada Vickers e um morteiro Stokes com as respectivas guarnições

Numa das figuras a cabeça foi substituida por uma das que vêm como extra no conjunto de infantaria montada alemã da HaT, tendo optado por uma sem capacete, o qual foi colocado preso à cintura da figura.

Na outra figura usamos outra cabeça da mesma proveniencia, mas também a cortamos na parte superior, de modo a podermos reaproveitar o capacete colocando-o na posição original, mas sobre uma cabeça diferente, com mais detalhes do que a que vinha de origem no modelo.

Para outras transformações, a realizar no futuro com outra grelha da mesma infantaria canadiana, adquirimos três conjuntos de cabeça em metal, provenientes do "Lancier Bleu" de Bruno Arnal, que incluem modelos com a cabeça descoberta, com ligaduras e com máscara anti-gás inglesa, podendo assim efectuar diversas modificações que irão contribuir para uma maior variedade do conjunto.
Enviar um comentário