segunda-feira, 6 de outubro de 2008

O Fokker Dr.I da Furuta - 1ª parte


Image Hosted by ImageShack
O Fokker DrI durante o processo de construção

Existem cada vez mais modelos de aviões militares que combateram na 1ª Guerra Mundial, mas a maioria destes apenas pode ser adquirida sob a forma de "kits" algo complexos e que, após a sua conclusão, tendem a ser demasiado frágeis para serem utilizados em jogos de guerra.

Como alternativa, existem alguns modelos metálicos, que podem ser adquiridos já montados, mas que pecam pelo custo elevado ou por uma falta de precisão que os torna pouco compatíveis com as miniaturas, normalmente de excelente qualidade, que são utilizadas nos vários cenários.

Uma solução prática e barata, pelo menos para quem use sobretudo aviões alemães, é a de adquirir os modelos da Furuta, que vêm dentro de um invólcuro semelhante ao dos populares ovos de chocolate, os quais podem ser comprados nos leilões do EBay por preços que, normalmente, andam pelos um a dois dólares.


Image Hosted by ImageShack
Um conjunto de quatro Fokker DrI

Os Fokker Dr.I que adquirimos são na escala 1/92, portanto, um pouco mais pequenos do que os modelos mais usados, cujas escalas avariam entre o 1/72 e o 1/76, mas, por questões de enquadramento e após várias experiências, aproximam-se bastante do pretendido, ficando com um aspecto bastante realista sobre o campo de batalha.

O tema da escala dos modelos de avião relativamente aos dos modelos em terra em jogos de guerra é algo complexo e merece ser discutido com algum detalhe, mas verifica-se, com base em diversos conjuntos de regras, que a norma é ter os aviões perto de 30% mais pequenos do que outros modelos.

Assim, a maioria da regras estabelece que os modelos aéreos para a escala 1/72 serão 1/100, que para a escala 1/100 serão 1/144 e sucessivamente, de forma a que exista uma redução real e se aproveitem modelos nas escalas mais comuns disponíveis no mercado.
Enviar um comentário