terça-feira, 14 de outubro de 2008

O Fokker Dr.I da Furuta - 2ª parte


Image Hosted by ImageShack
Um conjunto de fotos das várias versões do Fokker DrI

Os pequenos Fokker Dr.I ficaram conhecidos, sobretudo, por terem pilotados por alguns dos mais famosos aviadores da Grande Guerra, entre os quais Manfred Von Richtoffen, popularmente conhecido como "Barão Vermelho", e foram usados entre 1917 e inícios de 1918, altura em que foram substítuidos pelo menos conhecido mas muito superior Fokker D VII.

Os triplanos da Fokker eram extremamente ágeis, previlegiando a capacidade de manobra em relação à velocidade e os seus feitos em combate, conjuntamente com pinturas e decorações algo exêntricas, que valeram às unidades o nome de "Circos Voadores", celebrizaram quer os pilotos, quer as suas aeronaves, persistindo no imaginário de muitos até aos dias de hoje.

O modelo da Furuta é extremamente fácil de montar e vem pintado de origem, com duas decorações distintas, uma toda vermelha, outra em tons de azul, podendo, portanto, ser utilizada apenas depois de um processo de montagem que requer apenas alguma atenção na sequência em que as peças são coladas, de modo a que os alinhamentos fiquem correctos.


Image Hosted by ImageShack
Vários dos Fokker DrI em conjunto com outras miniaturas

O "kit" é composto de uma quinzena de peças, devendo-se começar por colar as duas partes da fuselagem, dianteira e traseira, os lemes e as asas inferiores, que deverão servir como orientação das restantes asas e base dos respectivos suportes.

Seguidamente, optamos por posicionar a asa intermédia e os dois suportes laterais das asas, após o que verificamos os
alinhamentos e, quando correctos, colamos o conjunto, efectuando um teste com a asa superior, de modo a que os três planos fiquem paralelos.

Na fase seguinte, colamos os suportes intermédios das asas superiores, que a ligam à fuselagem, e a asas propriamente dita, altura em que os três planos devem estar paralelos e prontos para serem defenitivamente colados.
Enviar um comentário