segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Montagem do Mk II da Airfix - 3ª parte


Image Hosted by ImageShack
Instruções do modelo da Airfix, incluindo as peças que não serão usadas no Mk II

Também aproveitamos para pintar as lagartas em castanho avermelhado, obtido através de uma mistura de preto e vermelho, que é retocada com ligeiras pinceladas em cor metal, efectuadas com o píncel quase seco, de modo a dar maior relevo às zonas mais salientes e que, devido ao atrito, não acumulariam ferrugem.

No entanto, para os que tiverem as lagartas em prateado e não em preto, é possível usar um truque que facilita o acabamento e que consiste em, com uma faca de modelismo ou com um pouco de lixa fina, em remover a tinta dos locais mais salientes, os quais ficarão com aspecto metalizado sem necessidade de pinturas adicionais.

Esta é a altura ideal para lastrar o modelo, usando peças de metal, algo que consideramos essencial em termos de realismo, não só porque o "kit" fica mais realista quando manipulado, mas sobretudo porque as lagartas da Airfix nem sempre são suficientemente maleáveis e o maior peso permite que todo o conjunto assente melhor.


Image Hosted by ImageShack
O modelo com conversão da Matador (foto do fabricante)

Com o corpo do tanque e as torres laterais quase finalizados em termos de montagem e já pintados com o primário, as decisões são agora inadiáveis, podendo optar-se pelo modelo base, ligeiramente modificado para corrigir os erros possíveis ou adquirir uma das transformações da Matador, ou de outra companhia, e evoluir no sentido de um modelo mais original.

Após alguma reflexão, acabamos por optar por encomendar a conversão da Matador Models, que transforma o "kit" da Airfix na versão Mk II "Female", a qual deverá chegar dentro de alguns dias, altura em que retomaremos a construção deste modelo.

Esta conversão não vai permitir obter um modelo 100% correcto, dado que alguns detalhes, como o excessivo número de rebites, não são corrigiveis, mas dá origem ao que de mais aproximado com o Mk II se pode obter na escala 1/76, esperando que algum fabricante venha a lançar num futuro próximo uma miniatura de melhor qualidade deste carro de combate da 1ª Guerra Mundial.
Enviar um comentário