quarta-feira, 12 de novembro de 2008

O M3 Grant da Airfix - 2ª parte


Image Hosted by ImageShack
Foto do M3 Grant da Airfix visto de frente

Apesar de não estar previsto, consideramos adequado usar um pequeno anel interior para prender a torre, evitando que caia, bem como adicionar um outro anel debaixo da torre, de modo a que esta assente melhor e não se note a presença do pino que entra dentro do corpo do tanque e que, nalguns angulos, pode surgir à vista.

As torres não são, manifestamente, muito detalhadas, talvez com maiores problemas para a versão americana, mais complexa devido ao maior número de peças e ao facto de estas serem de menores dimensões, não tendo as peças móveis nem a possibilidade de colocar as escotilhas na posição de aberto.

Esta opção, de fixar a torre pelo interior, implica alterar a sequência de construção, pelo que aconselhamos a não colar o topo do corpo do tanque e a aproveitar esta altura para colocar algum lastro, sob a forma de algumas pelas de metal, que irão contribuir para que o modelo assente melhor sobre as lagartas e dará um maior peso, algo sempre agradável ao toque.


Image Hosted by ImageShack
Foto lateral do M3 Grant da Airfix

Apesar de ser um modelo inglês, alguns M3 Grant capturados foram usados pelo Afrika Korps alemão, nos quais foram pintadas, sobre um fundo amarelo escuro semelhante aos dos carros de combate germânicos presentes neste teatro de operações, várias cruzes com as quais se tentava evitar quaisquer confusões quanto aos actuais proprietários do veículo.

O modelo foi, portanto, pintado no mesmo tom que os PzKfW III da HaT que apresentamos previamente, com os rodados em negro e lagartas e algumas zonas em castanho avermelhado, de modo a reproduzir a ferrugem que o metal ganha com alguma rapidez sob as difíceis condições do deserto norte africano.

O "kit" da Airfix é antigo, com um nível de qualidade incompatível com modelos mais actuais, para além de ser na escala 1/76, mas não deixa de ser interessante e, para os modelistas mais antigos, trazer à memória uma certa nostalgia dos tempos em que este M3 enfrentava os PzKfw IV do mesmo fabricante sobre as mesas dos jogos de guerra.
Enviar um comentário