segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

O antigo Afrika Korps da Italeri - 2ª parte


Image Hosted by ImageShack
Algumas figuras do antigo Afrika Korps da Italeri junto de um Stug III da HaT

Este material, que a Italeri designou por "Super Special Material" ou SSM, é um plástico fléxivel, normalmente amarelo claro, que consideramos como um dos melhores, senão mesmo o melhor, que encontramos, tal a facilidade com que aceita colas instantaneas e tintas acrílicas, como se de um plástico rígido se tratasse.

Outra manifesta vantagem deste conjunto é ser produzido realmente na escala 1/72, tendo as figuras as dimensões adequadas, batendo neste aspecto produções mais recentes, cuja altura é muito superior e aponta ou para um erro de escala, ou para uma estatura humana muito superior ao normal, algo que poderiamos aceitar se o equipamento e armamento não seguissem o exemplo e surgissem com dimensões superiores ao que seria expectável.

Também os detalhes são geralmente bons, seja a nível da anatomia e das faces, seja do armamento e equipamento ou do próprio fardamento, cujas dobras são realistas e de acordo com o que se espera ver na realidade, mas existem algumas falhas flagrantes que são difíceis de justificar.


Image Hosted by ImageShack
Figuras do antigo Afrika Korps da Italeri junto do StuG da HaT transformado em D

O erro mais evidente é o do morteiro que não inclui bipé, ficando irrealisticamente apoiado apenas na base e, por conveniencia do fabricante, seguro pela granada com que a figura moldade conjuntamente o está a carregar, não existindo, igualmente, mais ninguém na guarnição, a menos que consideremos como tal uma das poses que inclui um binóculo e parece dar instruções.

Algumas outras poses são algo estranhas, como a de um militar sentado no chão, que não se percebe se ferido ou o que pretende representar, mas que pode ser aproveitado para colocar sobre um veículo, bem como alguma rigidez que se nota noutras figuras, as quais falham em termos de dinamismo.

Em conjunto com outros modelos, pintados no verde claro dos uniformes antes de desbotados pelo Sol, as figuras do DAK da Italeri continuam a dar boa conta de sí e a merecer uma atenção especial, sobretudo agora que foram substituidas por um novo conjunto e, consequentemente, deixaram de ser fabricados.
Enviar um comentário