segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

O Messerschmitt 110 E1 da Planeta de Agostini/Altaya


Image Hosted by ImageShack
O Messerschmitt 110 E1 da Planeta de Agostini/Altaya

O Messerschmitt 110 foi um aparelho polivalente, concebido como caça bimotor, mas que acabou por vir a desempenhar uma multiplicidade de missões, com inúmeros aparelhos a serem adaptados para operar de noite.

Como avião de caça pesado diurno, o Me 110 não teve o sucesso esperado, demonstrando ser inferior aos adversãrios que enfrentou na Batalha de Inglaterra, mas a sua autonomia e falta de alternativas obrigou a Luftwaffe a mantê-lo ao serviço, optando por melhorar as novas versões, adaptando-as a outros fins.

Como caça noturno, equipado com um então sofisticado sistema de radar e pesadamente armado, o Me 110 teve um sucesso que até aí não conhecera, enquanto ia sendo progressivamente substituido pelos Me 210 e 410, mais potentes e bem armados.


Image Hosted by ImageShack
O Messerschmitt 110 E1 da Planeta de Agostini/Altaya

O modelo da Planeta de Agostini/Altaya, produzido pela Ixo, representa uma versão E-1, uma das produzidas em maior número e que foram usadas durante a Batalha de Inglaterra para escoltar bombardeiros em missões onde os caça monomotores Bf-109E não tinham a autonomia suficiente.

Com dimensões razoáveis, muito superiores às dos caças monomotores, o Me 110 é uma peça interessante que facilmente pode ser melhorado e que inclui como opcional a possibilidade de o montar com o trem de aterragem em posição de voo ou extendido para ser apresentado no solo.

O nível de acabamento desta miniatura encontra-se dentro do nível médio da Ixo, com linhas gerais correctas, um excelente interior de habitáculo bem visível e bons detalhes a nível do trem de aterragem, do armamento e das antenas, peças que têm que ser coladas por quem possuir um modelo que recomendamos adquirir.
Enviar um comentário