sábado, 17 de janeiro de 2009

Infantaria escocesa da 1ª Guerra Mundial - 1ª parte


Image Hosted by ImageShack
Infantaria escocesa com as cores principais aplicadas, antes de alguns ajustes

Em paralelo com a conversão dos soldados coloniais escoceses, que receberam uma parte inferior proveniente de outras figuras, aproveitamos os raros "kilts" para converter por seu turno alguns soldados canadianos do tempo da 1ª Guerra Mundial nos célebres "highlanders", alguns dos quais combateram ao lado dos soldados do Corpo Expediionário Português em La Couture.

O processo de conversão destes novos escoceses é semelhante ao descrito na dos ingleses coloniais, recorrendo a conciliar a parte inferior e a superior de duas figuras diferentes, procedendo aos necessários ajustes e, neste caso, recorrendo a uma pequena peça em plástico para repor a altura correcta das figuras.

Quando a linha de corte, por razões do uniforme ou da pose, não é ao mesmo nível nas duas figuras que vão ser usadas como origem, é necessário remover e adicionar pequenas "fatias" em plástico, que terão que ser regularizadas, sem o que, neste caso concreto, os novos escoceses ficariam demasiadamente baixos.


Image Hosted by ImageShack
Infantaria escocesa antes de modificar a cabeça sem capacete

Após este trabalho, que obriga a algumas experiências, podemos finalmente fazer a colagem defenitiva das figuras e pintá-las no primário negro habitual, sobre o qual serão adicionadas, com o píncel quase seco, as cores principais, que serão o castanho na parte superior e o azul no "kilt".

Excluindo o "kilt" e as meias, o uniforme e equipamento usado pelos escoceses durante a Grande Guerra era idêntico ao de outros domínios britânicos, pelo que será fácil obter a necessária documentação quanto à pintura, mas no caso dos "kilts", podem surgir mais dúvidas, dado que cada "clan" escocês e cada unidade usava o seu próprio padrão.

O padrão que escolhemos é um desenho típico, com linhas perpendiculares amareladas e avermelhadas sobre um fundo azul escuro, que existia na realidade, mas que desconhecemos se seria aquele que foi usado pelos escoceses presentes em La Couture, sendo, no entanto, plausível.
Enviar um comentário