domingo, 4 de janeiro de 2009

Pintura da "Pug" e do vagão de transporte de carne da Dapol (modelo original Airfix) - 3ª parte


Image Hosted by ImageShack
Foto do vagão de transporte de carne numa fase intermédia

Com a pintura concluida, faltando eventualmente alguns retoques finais, adicionamos os vidros na locomotiva, recorrendo a pequenos quadrados de plástico recortados de embalagens que serão colados a partir do interior do habitáculo, podendo-se usar um pouco de tinta preta para tapar qualquer excesso mais visível.

Este modelo pode, efectivamente, ser integrado numa composição e representar um qualquer tipo de vagão de transporte que poderá nada ter a ver com o transporte de carne e sim com o de qualquer tipo de matérias ou equipamentos, pelo que aconselhamos a optar pela mais generalista pintura em tons de castanho, tal como o fizemos, assumindo assim uma maior polivalência do que restringí-lo à sua função original.

O vagão de transporte de carne não é, manifestamente, um dos nossos modelos favoritos, mas dado estar integrado num lote adquirido a muito baixo custo, optamos por rentabilizar o investimento integrando-o numa composição que inclui a locomotiva "Pug", plataformas ferroviárias, vagões de transporte e um "brake wagon", passando este vagão algo desapercebido no meio do conjunto.


Image Hosted by ImageShack
Foto do conjunto locomotiva e vagão



Em contrapartida, a "Pug" é um dos nossos modelos ferroviários favoritos, com um interessante potencial que permite usá-la ao longo de grande parte do século XX e a possibilidade de ser modificada, adicionando, por exemplo, uma protecção no depósito de água, que pode ser realizada através de sacos de areia ou com placas metálicas de modo a simular uma blindagem.

No total, por uma quantia módica, adquirimos duas "Pug", uma delas nova para montar, um "brake wagon", também em "kit", uma plataforma, três vagões de carga, um vagão de transporte de carne, que poderá ser usado para outros fins, e um com dois silos para cereais, que terá menos utilidade, num total de nove unidades que podem ser usadas para compor um combóio com uma dimensão razoável para um cenário de jogos de guerra.

Mesmo sendo pouco utilizáveis em vários cenários, o material ferroviário pode enriquecer um cenário ou jogo de guerra, seja como elementos do cenário, proporcionando abrigos, seja a nível de objectivos, pelo que, sendo possível de adquirir a baixo preço, aconselhamos os nossos leitores a fazê-lo, certos de que encontrarão diversas utilizações para estes modelos.
Enviar um comentário