quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

A Grande Guerra no Médio Oriente na escala 1/72 - 1ª parte


Image Hosted by ImageShack
Infantaria Indiana e Rolls Royce blindado

Ao longo de anos, com excepção das figuras em metal, pouco havia com que se pudesse representar os combates travados no Médio Oriente durante a 1ª Guerra Mundial entre o Império Britânico e os seus aliados e o Império Otomano, apoiado pelos Alemães.

Mesmo no respeitante à frente Ocidental, a variedade era escassa e abrangia vários períodos, pelo que nenhum estava minimamente completo, com a dispersão cronológica a impedir que muitas figuras ou modelos tivessem um único adversário.

Hoje em dia, começa a ser possível recriar alguns cenários do Médio Oriente recorrendo a modelos em plástico, havendo desde já infantaria e artilharia Turcas, algumas figuras árabes adequadas à época e começam a surgir representantes do Império Britânico, nomeadamente com o lançamento de conjuntos de Australianos e Neo Zelandeses, agrupados no ANZAC, o Australian and Neo Zealand Army Corps.


Image Hosted by ImageShack
Cavalaria ligeira australiana e indiana

A HaT já lançou a infantaria Australiana, esperando-se para breve um conjunto de armas pesadas e o relançamento da cavalaria ligeira, já apresentado e depois colocado em espera para ser refeito e melhorado, podendo ainda recorrer-se a outros modelos para conversões.

A infantaria Indiana do período colonial da HaT permite conversões extremamente simples, mesmo para guarnecer as excelentes peças de artilharia da Emhar, podendo ser complementada pelos lanceiros de Bengala da Strelets.

A artilharia tem, obviamente, maiores problemas de representação, pois nada resta se excluirmos a artilharia da Emhar, da qual apenas podemos aproveitar os canhões de 18 libras, dado que das figuras apenas o oficial é aproveitável, faltando ainda os armões e cavalos de tracção, podendo apenas tentar-se uma conversão a partir do conjunto de artilharia alemã da HaT.
Enviar um comentário