sábado, 28 de fevereiro de 2009

O Mk IV "Male" da Emhar - 1ª parte


Image Hosted by ImageShack
O Mk IV "Male" da Emhar com a pintura base e suportes dos canhões originais

Já apresentamos a versão "Female" do tanque inglês Mk IV da Emhar, numa decoração usada pelos carros de combate capturados pelos Alemães e utilizados contra os antigos proprietários, sendo agora a vez de descrever o modelo "Male", armado com duas peças de 6 libras e 3 metralhadoras.

Os "Male" eram uma minoria, com perto de um terço das unidades construidas, dado que a maioria das missões implicava enfrentar infantaria inimiga, onde as metralhadoras eram mais eficazes que os canhões, acrescendo a vantagem de estas serem menos pesadas e penalizarem menos as já baixas performances dos Mk IV.

Com o advento dos tanques inimigos e o uso de armas anti-carro de maior alcance, os canhões passaram a ser necessários, pelo que os "Male" adquiriram uma nova importância, passando também a existir uma versão híbrida, designada por "Hemafrodita", que estava armada com um único canhão de um dos lados, enquanto o outro possuia apenas metralhadoras.


Image Hosted by ImageShack
Outro angulo do Mk IV "Male" da Emhar

A Emhar produz ambos os modelos, que o "Male", quer o "Female", recorrendo a um conjunto central de peças idênticas às quais se adicionam os conjuntos laterais que divergem conforme o armamento transportado, mas, enquanto a versão armada unicamente de metralhadoras surge como correcta, no caso da que está armada com canhões já não sucede o mesmo.

Os suportes laterais dos canhões enfermam de três defeitos graves, concretamente o angulo da parte anterior, que devia ser ligeiramente inclinado relativamente ao corpo do veículo, a diminuta altura da zona que fica em cima da abertura do canhão, resultando numa dimensão exagerada na parte inferior, e o facto de os apoios do canhão serem iguais, quando deviam ser simétricos.

Existem ainda alguns pequenos problemas dimensionais, mas serão pouco óbvios e obrigariam, basicamente à substituição do modelo caso pretendessemos corrigí-lo, mas quanto aos suportes existe a possibilidade de substituí-los pela versão em resina produzida pela Matador.
Enviar um comentário