sexta-feira, 27 de março de 2009

O "Kastelburg" da Faller - 3ª parte


Image Hosted by ImageShack
Aspecto do interior do castelo

Com a montagem concluida, passa-se a uma primeira fase de pintura que corresponde a ocultar as zonas de corte, que surgem a azul, cobrindo-as com uma tinta de cor semelhante à das paredes.

Apesar de poder haver a opção de pintar o castelo em tons de cinzento claro, tal como vem na caixa, aconselhamos a, antes de mais, compatibilizar os vários tons de modo a obter um acabamento uniforme que tanto pode ser o defenitivo como uma base para uma pintura diferente.

No nosso caso, usamos uma mistura de amarelo deserto e negro, misturado de forma irregular, de modo a evitar uma uniformidade exagerada, após o que pincelamos ligeiramente com uma mistura um pouco mais clara, de modo a realçar alguns detalhes.


Image Hosted by ImageShack
O castelo ou "kastelburg" de Waldkirch Baden na actualidade

Surge aqui a possibilidade de manter a cor original ou de pintar o conjunto em cinzento claro, que depois será trabalhado com diversas camadas em tons ligeiramente diferentes para retirar uma uniformidade que resulta demasiadamente artificial, após o que se poderá dar uma aguada negra que fique entre as pedras salientes.

Para quem optar por uma nova pintura, aconselhamos a usar a técnica de pincel seco para realçar os detalhes, usando uma cor mais clara do que a base e, eventualmente a passar um verniz mate ou fixador para dar maior resistência à pintura.

Nesta fase, o castelo estará funcionalmente construido, passando-se à fase dos promenores que incluirão retoques na pintura, sobretudo nas zonas das colagens, e a adição de alguma da vegetação incluida, à qual nos propomos adicionar mais alguns elementos.
Enviar um comentário