sexta-feira, 10 de abril de 2009

Bateria francesa de 75 em Argonne, 1914

Imagem publicada na revista Ilustração Portugueza, No. 456, Novembro 16 1914.



Legenda: "Bateria franceza de 75 espalhada nos bosques de Argonne". Carregar na imagem para ver em tamanho 700 x 277.

O canhão francês MLE 1897 foi, indiscutivelmente, um dos mais famosos da Grande Guerra, mantendo-se em serviço durante todo o conflito e sendo adoptado por diversos países antes e depois do Armistício.

Junto do canhão pode-se ver o caixão que transportava as munições, sendo que ambos eram rebocados por armões puxados por seis cavalos, com a guarnição a ser transportada sentada no armão e montada nos cavalos, dependendo do tipo de bateria.

O célebre "75" era considerado uma excelente peça de artilharia, tendo desempenhado um papel de extrema importância que em grande parte se deveu ao número de unidades produzidas, tendo como defeito principal a relativa ineficácia da munição utilizada quando usada contra posições mais bem protegidas.

Apesar das suas limitações, o MLE 1897 continua a ser o símbolo da artilharia francesa durante a Grande Guerra, tendo sido usado durante décadas e terminado a carreira na 2ª Guerra Mundial, seja ao serviço da França e da Polónia, seja mesmo pelo exército alemão, que capturou e utilizou numerosas unidades.
Enviar um comentário