terça-feira, 28 de abril de 2009

Lancha armada da Grande Guerra - 1ª parte


Image Hosted by ImageShack
Lancha armada de metralhadora na Grande Guerra

Para além das canhoneiras, que apresentamos no passado e cujo processo de construção descrevemos, também construimos uma pequena lancha armada da época colonial, destinada a patrulhamento de rios com menos de uma vintena de centímetros de comprimento que apresentamos ainda desarmada.

O processo de construção foi semelhante ao de outras embarcações, já descrito, e, tal como sucedeu com outros modelos, não colocamos o armamento dado que optamos por converter uma figura da Emhar, originalmente ajoelhada e manejando uma metralhadora Vickers, para além de uma equipagens de marinheiros.

Esta lancha foi concebida de forma a apenas ter uma arma instalada, uma metralhadora móvel na proa, manejada por dois a três marinheiros, a que acrescem mais uma meia dúzia de tripulantes, dos quais um ficará na pequena casa do leme, um a dois junto do motor e os restantes, armados com espingardas, poderão participar nos combates.


Image Hosted by ImageShack
Aspecto da tripulação da lancha armada com metralhadora

A figura dentro da casa do leme, o marinheiro com farda naval branca e os que estão junto à máquina a vapor são provenientes da Preiser, enquanto as restantes são da Emhar.

Optamos por uma Vickers, o que automaticamente data esta pequena lancha para uma época que será perto da 1ª Guerra Mundial e de nacionalidade inglesa, mas que poderia ser outra caso optassemos por uma Maxim, uma Hotchkiss ou uma Spandau manejadas por uma figura com farda de outro exército.

O suporte da metralhadora foi cortado de um apoio de canhão na escala 1/35 e devidamente ajustado e colado no local pretendido, de modo a que a Vickers fosse encaixada com facilidade.
Enviar um comentário