segunda-feira, 1 de junho de 2009

A artilharia portuguesa da Guerra Peninsular da LW - 3ª parte


Image Hosted by ImageShack
Artilharia portuguesa da Guerra Peninsular da LW depois de finalizada

Após pintar o vermelho, que no oficial inclui a faixa da cintura, enquanto as dragonas são douradas, aproveitamos esta última cor para pintar os rebordos do bicórnio e as placas e número de unidade das restantes figuras, bem como pequenos detalhes, como o franjeado da faixa do oficial e detalhes da espada.

Podemos, agora entrar na fase de retoques, que inclui, para além de pequenas correcções, alguns sombreados, feitos com aguadas da tinta base escurecida, realces efectuados com a cor de fundo ligeiramente mais clara, e estreitas linhas de separação em preto, de forma a diferenciar áreas distintas.

Adicionamos ainda uma sétima figura incluida em cada grelha, que representa um soldado morto ou ferido, deitado no chão, de modo a aumentar o realismo da cena, por um lado, e aumentando o número e variedade de figuras envolvidas por outro.


Image Hosted by ImageShack
Artilharia portuguesa da Guerra Peninsular da LW depois de finalizada

Optamos por colocar a peça com quatro artilheiros a serví-la e uma figura que representa uma baixa numa das bases, na qual adcionamos um balde e um pequeno conjunto de munições, items incluidos em cada uma das grelhas, colocando numa base separada o oficial e um soldado em posição de marcha e que tanto pode representar um militar de artilharia, como de infantaria.

As bases foram trabalhadas como habitualmente, sendo inicialmente pintadas em cor de areia, após o que raspamos ligeiramente nos locais onde iamos colocar os modelos, que foram colados com cola de contacto e cola instantanea, após o que usamos cola branca para segurar o misto de pó, erva electróstatica e pequenas pedras que reproduz o terreno.

O conjunto da LW não se encontra, obviamente, ao nível dos últimos lançamentos de alguns fabricantes conceituados, mas constitui uma base de trabalho aceitável e, com algum trabalho, pode mesmo revelar-se uma surpresa agradável, complementando, por exemplo, a recente infantaria britânica da HaT para a Guerra Peninsular, de modo a poder reproduzir o exército que venceu os invasores franceses em diveras batalhas.
Enviar um comentário