quarta-feira, 3 de junho de 2009

A artilharia portuguesa da Guerra Peninsular da LW - 5ª parte


Image Hosted by ImageShack
Outro aspecto da artilharia portuguesa da LW

Para complementar os textos anteriores e permitir visualizar outros aspectos da artilharia portuguesa da Guerra Peninsular da LW, optamos por publicar mais um texto, no qual se pode observar com mais clareza a figura de uma vítima.

Num texto anterior, referindo um conjunto da Pobeda, já tecemos algumas considerações quanto à inclusão da representação de vítima, sejam mortos ou feridos, mas com especial incidência no primeiro caso, em maquetes ou cenários, manifestando então as nossas reservas quanto a esta questão.

No caso concreto do conjunto da LW, onde a percentagem de vítimas é absurdamente elevada, torna-se especialmente difícil contornar estas poses, facto tanto mais grave se nos lembrarmos que existe uma outra figura que parece mais um soldado de infantaria, com a espingarda ao ombro, do que um artilheiro.


Image Hosted by ImageShack
Outro aspecto da artilharia portuguesa da LW

Assim, e porque fazendo assim as contas o efectivo disponível neste conjunto cai para metade daquele que é incluido na caixa, torna-se quase impossível escapar a uma selecção de poses mais do que discutível e que tem como origem na prática habitual de incluir quatro grelhas iguais.

Com base em quatro grelhas, veriamos de forma positiva que três destas fossem idênticas, incluindo oito artilheiros e uma peça cada, enquanto a quarta teria, por exemplo, oficiais, baixas, caso tal seja a opção do fabricante, e outras figuras ou acessórios que não se justifique repetir.

A opção por algum facilitismo, e logicamente por uma maior rentabilidade, continua a ser seguida por diversos fabricantes que, assim, perdem em termos de preferência dos modelistas face aos que optam por esquemas mais flexíveis e adequados à representação da realidade.
Enviar um comentário