domingo, 21 de junho de 2009

As armas pesadas inglesas da Grande Guerra da HaT - 1ª parte


Image Hosted by ImageShack
A grelha das armas pesadas inglesas da HaT com primário

Durante muitas décadas os modelos de soldados da 1ª Guerra Mundial resumia-se aos poucos conjuntos disponibilizados pela Airfix, que apesar da boa qualidade para a época, eram escassos em termos de variedade e, o que era mais grave, destinavam-se a períodos completamente diferentes.

Para os que se dedicam à mais tempo ao modelismo é fácil recordar que os conjuntos de infantatia inglesa e alemã se destinavam ao período inicial da Grande Guerra, enquanto franceses e americanos usavam equipamentos adequados aos últimos anos, carecendo de inimigos.

Com o lançamento de numerosos novos conjuntos, sobretudo por parte da HaT e da Emhar, esta escassez de variedade começou a diminuir e tornou-se possível obter figuras de infantaria dos principais beligerantes, mas as armas e equipamentos de apoio, fundamentais durante a Grande Guerra, continuavam a escassear.


Image Hosted by ImageShack
A grelha das armas pesadas inglesas da HaT após as primeiras pinceladas a seco

Ainda em testes de produção encontram-se conjuntos de apoio, incluindo metrlhadoras ligeiras e pesadas, morteiros, com respectivas guarnições, bem como "snipers" com figuras inglesas e australianas, adequadas para os períodos intermédio e final da Grande Guerra.

Estes novos conjuntos da HaT vêm cobrir uma séria lacuna, permitindo aos modelistas e praticantes de jogos de guerra dispor de armas de apoio em número adequado, complementando assim a infantaria e facilitando a composição de unidades com o balanço adequado entre os vários tipos de armamento.

Começando pelo conjunto inglês, mas que pode ser extendido aos australianos, temos uma metralhadora pesada Vickers, composta pela arma, com o reservatório de água para refrigeração, tripé, e a respectiva guarnição, que inclui uma das figuras com a caixa de munições.
Enviar um comentário