terça-feira, 30 de junho de 2009

As armas pesadas inglesas da Grande Guerra da HaT - 4ª parte


Image Hosted by ImageShack
As metralhadoras e morteiro com as respectivas guarnições

Nesta altura, poucos são os detalhes que faltam, como as caixas de munições ou o reservatório de água da Vickers, a pintar em verde, um pouco de sujidade sobretudo na parte inferior das figuras e alguns bigodes, podendo-se equacionar o posicionamento destas nas bases.

As armas pesadas podem, quando se justifique, serem colocadas em bases maiores do que as da infantaria e pode-se adicionar algum tipo de protecção que terá um significado essencialmente estético e ajudará a dar um maior realismo à cena.

Tal como em casos anteriores, recorremos a rectangulos de plastico cortados de caixas antigas e que foram pintados em amarelo escuro, nos quais colamos as figuras e armamento recorrendo a cola instantanea e tendo o cuidado de remover a tinta nas zonas de contacto.


Image Hosted by ImageShack
O oficial e o "sniper" incluidos neste conjunto

A disposição das figuras respeita as indicações do fabricante, com as guarnições agrupadas junto das armas que manejam e o "sniper" separado, enquanto o oficial pode ser adicionado à base com a Vickers ou com o morteiro Stokes ou ficar igualmente isolado.

Após esta selecção, as bases são cobertas com cola branca, sobre a qual deitamos uma mistura de pó, relva electróstatica e pequenas pedras, podendo-se complementar a decoração com sacos de areia, tijolos ou blocos de pedra, posicionados de modo a fornecer algum tipo de protecção às figuras.

Este conjunto, que apresentamos ainda sob o formato de teste e, portanto, passível de revisão, para além de ser de excelente qualidade, vem permitir aos modelistas e aos praticantes de jogos de guerra organizar maquetes e forças militares de forma mais realista, seguindo a organização da época, dispensando a aquisição de conjuntos de infantaria apenas para aproveitar algumas armas de apoio.
Enviar um comentário