sábado, 4 de julho de 2009

Uma pequena base improvisada


Image Hosted by ImageShack
A base improvisada a partir de algumas peças existentes

Bases de pequenas dimensões e com algum relevo têm sempre utilidade seja para fotografias, seja para nelas colocar algumas figuras ou um modelo mais especial que justifique um enquadramento diferente.

Decidimos usar duas peças que sobraram de um antigo conjunto e reproduzem pequenos relevos e um quadrado de plástico, com 9 cm de lado recortado da caixa de um CD como material base, a partir do qual elaboramos o pequeno cenário.


Image Hosted by ImageShack
A base finalizada com pó, erva e pequenas pedras

Após recortar o quadrado da caixa, colamos as duas peças em plástico, uma de cada lado, com cola instantânea, aparamos ligeiramente os cantos e pintamos o conjunto num tom amarelado, com pequenas manchas esverdeadas nos relevos.

Após termos deixado secar a tinta que serve de base, todo o conjunto e barrado com cola branca, sobre o qual deitamos uma mistura de pó, relva electrostáctica e pequenas pedras, que irão servir como cobertura e dar um aspecto de terra.


Image Hosted by ImageShack
A base com uma metralhadora Vickers inglesa

Uma vez seca, eliminamos o excesso invertendo a base e com uma pequena varridela recorrendo a um píncel velho e adicionamos elementos opcionais, como arbustos, pequenas pedras ou mesmo destroços.

Este é um processo extremamente rápido, que permite compor bases de pequenas dimensões em poucos minutos e que se revela compensador, sobretudo para quem fotografa modelos de pequenas dimensões ou figuras e necessita de compor um pequeno cenário.
Enviar um comentário