quinta-feira, 24 de setembro de 2009

A infantaria Imperial da Guerra dos 30 anos da Revell - 2ª parte


Image Hosted by ImageShack
Mais algumas figuras da infantaria Imperial da Revell

Optamos por seguir genericamente as imagens da caixa, por corresponderem a uma das muitas variações possíveis, começando por um primário em negro após uma boa lavagem das figuras, algo de essencial dado que o plástico usado pela Revell não é dos mais adequados à pintura.

A técnica usada na maior parte das figuras, nomeadamente as que representam tecidos, foi a de píncel seco, com misturas sucessivas de branco para aumentar o contraste, aplicado, por exemplo, nas calças e nas mangas, após o que se seguiram as couraças.

A maioria das áreas metálicas foi pintada em prata, ligeiramente escurecida para as armas de fogo, após o que aplicamos algumas aguadas de tinta negra, das quais resultou um maior contraste e um aspecto mais usado, cortando um pouco o brilho exagerado inicial.


Image Hosted by ImageShack
O conjunto das figuras da infantaria Imperial da Revell

Com os principais blocos pintados, passamos à fase de retoques, nos quais incluimos, em primeiro lugar, os colarinhos brancos e a cor da pele, seguindo-se chapéus e retoques nos capacetes, com os respectivos detalhes.

No fim, colocamos as figuras em bases, algo de essencial para permitir manipular as figuras sem lhes tocar directamente, usando o processo habitual de pintá-las em cor de areia, cobrí-las de cola branca, após o que são polvilhadas com uma mistura de pó, relva e pequenas pedras.

Este é um conjunto que, apesar de ter quase uma vintena de anos, se encontra ao nível do que de mehor se faz nos dias de hoje, justificando a sua aquisição caso tal seja possível a um preço razoável, enquanto fazemos votos para que a Revell reinicie a produção.
Enviar um comentário