sábado, 26 de setembro de 2009

O Land Rover Defender da Britains - 4ª parte


Image Hosted by ImageShack
O novo interior do Land Rover Defender da Britains

Modificar um modelo de condução à direita para um de condução à esquerda implica, sobretudo, retalhar o painel de instrumentos, removendo as secções onde está colocado o volante e os visores de um lado e a zona do porta-objectos do outro, de modo a trocá-los de posição.

Por uma questão de acerto, sugerimos que sejam recortado o mínimo necessário, mantendo intacta a parte superior do tablier, que servirá e guia e como suporte dos restantes elementos à medida que sejam colocados no local respectivo, embora tal possa revelar-se extremamente difícil dado a dureza do plástico utilizado.

No caso dos Defender, tal como nos Série, existe ainda uma dificuldade acrescida, concretamente o facto de o conjunto de botões e comandos ao lado dos mostradores se encontrar do lado exterior, o que implica, para os mais puristas, dividir o painel de instrumentos em dois e trocar as peças de posição, algo que, dada a complexidade e ao material usado, não aconselhamos neste modelo da Britains.


Image Hosted by ImageShack
O interior do Defender da Britains

Apesar de não ser facilmente visível do exterior, também a parte inferior desta peça deve ser modificada, passando os pedais para o lado esquerdo, de modo a ficarem debaixo do volante, tal como nos veículos reais.

Após esta modificação, todo o interior é pintado de preto, passando-se depois à pintura dos detalhes, como as manetes das mudanças, graduações dos instrumentos e outros pequenos pormenores conhecidos dos proprietários dos Defender, sendo ainda de equacionar adicionar cintos de segurança.

Após a montagem e colagem, algo de extremamente simples, teremos um Defender de condução à esquerda e com o interior melhorado relativamente ao original, podendo-se então passar à zona traseira, onde os bancos darão lugar a um compartimento de carga.
Enviar um comentário