terça-feira, 15 de setembro de 2009

Papel de decalques - 2ª parte


Image Hosted by ImageShack
Impressão de decalques com jacto de tinta

Existem no mercado diversos fabricantes de folhas de decalques transparentes, semelhantes aos usados nos "kits", que podem ser impressos em impressoras de jacto de tinta ou laser, sendo depois envernizados através de um "spray" acrílico que assegura a selagem.

Empresas como a Decalpaper produzem uma gama interessante, podendo ser uma opção a ter em conta caso se pretendam quantidades apreciáveis que amortizem o elevado custo de transporte a partir dos Estados Unidos, mas há opções mais em conta para quem pretenda apenas um pequeno número de folhas.

Uma pesquisa rápida no EBay inglês permitiu descobrir imediatamente este tipo de folhas, sejam transparentes, sejam brancas, por valores individuais abaixo dos dois euros e portes significativamente baixos quando comparados com os praticados por empresas baseadas noutros continentes.


Image Hosted by ImageShack
Um dos modelos de papel de decalques

Assim, pode-se reproduzir em papel adequado o mesmo processo que levou aos resultados obtidos no Spad XIII com que testamos a eficácia do método de impressão de decalques, tendo como passos diferentes a necessidade de efectuar a selagem com verniz acrílico antes de proceder à imersão em água.

Usando folhas transparentes, verifica-se que o maior problema tem a ver com a tecnologia utilizada pelas impressoras de jacto de tinta, com as cores mais claras a ficarem mais transparentes, menos defenidas e a contrastar menos com o fundo.

Como soluções para contornar este problema surgem duas hipóteses, sendo a primeira a de imprimir aquilo que se pretende em conjunto com uma cor que se identifique com o fundo sobre o qual o decalque é aplicado, sendo que assim o contraste tende a aumentar.
Enviar um comentário