quarta-feira, 12 de agosto de 2015

O Messerschmitt Bf 109 E7 Trop da Airfix - 10ª parte

Com um preço que fica abaixo da dezena de Euros, disponível em lojas "on line" e da especialidade e no EBay, este modelo requer um pequeno conjunto de tintas, que na sua maioria fazem parte do "stock" dos modelistas, pelo que o investimento é pequeno, sobretudo para quem colecione miniaturas militares referentes à 2ª Guerra Mundial.

No entanto, esta simplicidade tem um preço, as modificações são complexas e trabalhosas, dado que o número de peças é pequeno e não oferece grande flexibilidade, falta o célebre suporte transparente, que conhecemos dos modelos mais antigos da Airfix e permitia colocar os aviões em modo de voo, e a engenharia, ou seja a forma de concepção das várias peças, não é das melhores, embora possa fazer sentido em termos de custo de fabrico.

Com uma estrutura muito semelhante em termos de concepção, mas com a possibilidade de deixar o "cockpit" aberto, o modelo da Academy tem um preço inferior e está disponível em diversas versões, uma delas incluindo o pequeno "Kettenkraftrad", o pequeno veículo de lagartas e guiador de moto, bem como alguns bidões e "jerry cans", é um concorrente directo e que terá vantagem face ao modelo da Airfix.

Assim se entende que a Airfix tenha lançado em 2012 novos modelos do Bf 109 na versão E, corrigindo alguns erros e melhorando substancialmente a qualidade, incluindo, por exemplo, um "cockpit" muito mais detalhado, que pode ficar visível, e numerosas peças que podem ser colocadas em diversas posições, de modo a facilitar a inclusão do "kit" em maquetes mais complexas.

Tendo apenas 48 peças, incluindo todas as opções, mas podendo ser finalizado com pouco mais de 30 peças, este primeiro Bf 109 E da Airfix na escala 1/72 é um modelo muito simples, ao alcance do modelista principiante, com linhas correctas, mas com poucos detalhes, que não podendo competir com "kits" mais recentes, ainda merece atenção, sendo uma boa opção para os praticantes de jogos de guerra, que previlegiem o preço e a resistência.

Portanto, e se exceptuarmos questões de nostalgia ou outras que determinem a opção por este "kit" específico, dificilmente este será o modelo do Bf 109 E7 que terá a preferência da maioria dos modelistas, ficando reservado a um nicho de mercado restrito ou a quem, por mera oportunidade, o possa obter a um preço particularmente favorável e tenha interesse neste "kit" da Airfix que há muito faz parte da história do modelismo.
Enviar um comentário