sexta-feira, 27 de novembro de 2015

O F-4D "Phantom" da Ixo - 3ª parte

Sendo necessário algum pequeno trabalho de montagem, a nível de carga externa e do próprio trem, é nos melhoramentos, caso tal se equacione, que se terá que investir algum tempo, fazendo desaparecer, na medida do possível, algumas junções, adicionando alguma da decoração em falta e dando ao conjunto um aspecto mais envelhecido e desgastado, tal como acontecia com os aviões que operavam num território tão hostil como o Vietnam ou o Cambodja.

Mesmo com opção do trem de aterragem recolhido, a falta das figuras dos pilotos e o risco de partir a peça transparente que cobre o "cockpit", acaba por comprometer a opção de posicionar o modelo em modo de voo, o que, tendo em conta o peso deste modelo metálico, não obstante a solidez da base, acaba por ser desaconselhado.

Nos modelos de maiores dimensões, e consequentemente de maior peso, a opção pelo metal tem-se revelado algo problemática, com os trens de aterragem de alguns modelos a partir com alguma facilidade e o ponto de equilibrio a não ser respeitado, tornando complicado posicioná-los na base fornecida, composta de duas peças que, efectivamente, devem ser coladas entre sí e não apenas encaixadas.

A Altaya disponibiliza este mesmo modelo com diversas decorações, por vezes destinadas a mercados específicos, como o espanhol, onde a versão é a utilizada por este país, podendo este modelo servir de base para outras versões de "nariz" curto e com o iluminador "laser", que se manteve em uso na Marinha e Corpo de Fusileiros mesmo quando a Força Aérea americana passou a utilizar a versão F.

Não sendo tão detalhado como os "kits" para montar, o modelo da Ixo reproduz bem este célebre avião, que na escala 1/72 é francamente maior do que os pequenos caças da 2ª Guerra Mundial, podendo ser obtido a um preço particularmente competitivo, sobretudo nos casos em que é o modelo promocional da colecção, o que implica ser vendido por perto de 3 Euros, contra os quase 10 dos modelos que se seguem.

Para todos quantos pretendem um modelo de um dos mais conhecidos aviões militares de sempre, com mais de cinco mil exemplares produzidos que operaram nos mais diversos conflitos dos anos sessenta a oitenta ao serviço de várias nações, esta proposta da Ixo, que pode ser facilmente melhorada, é de ter em conta, constituindo um modelo vistoso que se integra bem em qualquer colecção.
Enviar um comentário