quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Os paraquedistas alemães da Airfix - 1ª parte

Quando surgiu no mercado, em 1976, o conjunto de paraquedistas alemães produzido pela Airfix, para além de inédito, estava ao nível do que de melhor então se produzia, tendo-se tornado rapidamente num dos favoritos entre modelistas e praticantes de jogos de guerra.

Composto por um total de 48 figuras, em 14 poses diferentes, tal como sucedida durante o melhor período deste fabricante, este conjunto apresenta um bom nível no respeitante à escultura de cada figura, na sua maioria em poses de boa qualidade e realistas, pecando, sobretudo, pela dimensão reduzida, como resultado, em parte, de serem nominalmente na escala 1/76.

Este é, efectivamente, o maior problema destas figuras, já que, com apenas 22 milímetros, em média, o que se traduz em 1.58 metros, é representa uma muito baixa estatura para soldados alemães, de uma unidade de elite, em meados do século XX, o que, naturalmente, tem implicações a nível da própria coexistência com outros modelos, podendo ser mais compatíveis com a escala HO ou 1/87 do que com a 1/72.

Em contrapartida, e ao contrário de vários conjuntos da Airfix, os erros históricos ou a nível de detalhes são escassos, com o uniforme utilizado em operações aerotransportadas e capacete específico desta força correctamente reproduzidos e as armas, na sua maioria, bem detalhadas e adequam-se à sua representação nas fases iniciais da Guerra, durante a qual os paraquedistas alemães foram essenciais.

Os erros mais óbvios são a arma empunhada por uma figura deitada, que parece uma Fallschirmjägergewehr 42, ou FG 42, que, para além de pouco detalhada, não possui o bipé, ficando estranhamente suspensa, a conhecida bandoleira usada pelos paraquedistas na qual, erradamente, estão presentes bolsas na parte posterior, que passa, atrás do pescoço, e algumas cartucheiras ou bolsas do Exército, cujo uso só se popularizou na fase final da Guerra, quando o material específico para paraquedistas escasseava.

Assim, torna-se difícil datar exactamente este conjunto da Airfix, que deveria representar esta força no início da Guerra, mas que possui elementos, como a FG42, posteriores, e faltando a pistola, comum a todos os elementos, dado que os paraquedistas alemães saltavam sem outras armas, as quais eram largadas em contentores.
Enviar um comentário