sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

O Messerschmitt Bf 109G-6 da Revell na escala 1/32 - 3ª parte

A pintura do piloto é simples, dado que o uniforme de voo era em tons de castanho, com o capacete de voo em cinzento, cor que podia ser comum aos cintos de segurança, que também podiam ser verdes, pintando-se as botas, luvas e óculos em negro, sendo que neste caso se pode usar um pouco de prateado para as lentes.

A face é pintada na cor normal da pele, enquanto os olhos são em branco, com um pequeno ponto em negro, com o prateado a ser usado nas diversas fivelas dos cintos, podendo-se ainda usar um pouco de negro para aumentar contrastes ou delimitar zonas de transição de cor, um trabalho um pouco moroso que pode ser efectuado aos poucos, dado que o piloto pode ser colocado ou retirado com o modelo finalizado.

A partir desta fase, pode-se montar o modelo de acordo com as instruções, tendo o cuidado de pintar os interiores na mesma cor do interior do "cockpit" e de, no processo de montagem, permitir, caso assim se pretenda, que as diversas superfícies que podem manter-se móveis, assim fiquem, incluindo-se aqui o trem de aterragem, que deve ser pintado previamente para o efeito.

Devemos dizer que, por muito tentador que seja, o excesso de superfícies móveis nem sempre resulta, com os lemes de profundidade facilmente a ficarem caidos, o trem de aterragem a oferecer pouca estabilidade, com o risco de ceder, ou a abertura do "cockpit", dada a natureza estaladiça do plástico transparente, a poder partir-se com alguma facilidade.

Tirando estes detalhes, todo o processo de montagem é simples, com as peças a encaixar correctamente e os pinos de alinhamento a cumprir bem o seu trabalho, sendo um trabalho rápido, que depende sobretudo dos tempos de colagem e da necessidade de pequenas correcções, nomeadamente a aplicação de betume ou um pouco de cola nas linhas de junção, que depois necessita de ser lixada para dar origem a uma superfície apta a ser pintada.

A pintura dos aviões alemães do período intermédio e final da Guerra já foi diversas vezes abordado, e este Messerschmitt não foge a estes padrões, pelo que o cinzento claro nas zonas inferiores e flancos e o verde escuro e cinzento nas zonas superiores, com manchas desta cor sobre o tom mais claro dos flancos será o habitual, com muito raras excepções.
Enviar um comentário