segunda-feira, 21 de março de 2016

O Focke Wulf 190A da Airfix - 4ª parte

Com o conjunto principal pronto para receber a pintura, convém selecionar a versão pretendida, não apenas em termos de pintura, mas da versão exacta, dado que este "kit" permite realizar a versão A8, um caça de combate, e o F8, um aparelho de ataque ao solo, com a Airfix a fornecer peças opcionais para ambas.

Na fase final da Guerra, os FW 190, tal como a maioria dos caças alemães, possuiam um padrão de camuflagem muito semelhante entre sí, cada vez mais simplificado, variando sobretudo nos detalhes e nas insígnias e matrículas individuais e de cada unidade, sendo apenas alterados em situações específicas, como durante o Inverno, quando eram aplicadas manchas brancas sobre as superfícies superiores dos aparelhos que operavam sobre neve.

Neste período, o azul do início da Guerra foi sendo progressivamente substituido por cinzento, com um tom mais claro nas superfícies inferiores e laterais, e um mais escuro na parte superior, compondo um padrão de camuflagem geométrica em conjunto com o verde escuro, que servia, igualmente, para as manchas nas laterais da fuselagem.

Assim, começa-se por pintar as zonas em tom de cinzento mais claro, subindo um pouco mais do que estas abrangem, onde serão sobrepostas pela camuflagem superior, terminando com a aplicação das manchas laterais e das zonas pintadas como identificadores, como a parte inferior do "capot" e o leme de direcção, pintados em amarelo.

Com o modelo pintado, adicionam-se os detalhes, como o trem de aterragem, recolhido no nosso caso, hélice e respectivo cone, canos das armas, transparências ou carga exterior, podendo-se nesta altura corrigir pequenas falhas, nomeadamente aquelas que são resultado da separação das peças da grelha de moldagem ou da colagem.

Os decalques dependem, naturalmente, da versão exacta, sendo comuns as cruzes e os típicos avisos, mas com matrículas, números tácticos e as diversas insígnias a variarem em cada avião, sendo a nossa opção começar pelas de maior dimensão e pelas que são colocadas na fábrica, comuns a todos os aviões, passando depois para aquelas que se consideram individuais e eram aplicadas posteriormente, muitas vezes no próprio teatro de operações.
Enviar um comentário