segunda-feira, 7 de março de 2016

O "JagdPanzer IV" da Matchbox na escala 1/76 - 2ª parte

O modelo da "Matchbox", mais tarde produzido pela "Revell" reproduz fielmente, na escala 1/76, esta última versão, incluindo decoração para duas versões e uma pequena base, neste caso acompanhada com um soldado de infantaria, tal como era comum aos "kits" deste fabricante.

Este é um típico "kit" da "Matchbox", com um par de grelhas bem moldadas, lagartas flexíveis, uma folha de instruções de fácil leitura, onde consta uma descrição do veículo, e os decalques, de boa qualidade, dentro de uma caixa onde se encontra o esquema de pintura e decoração.

Tal como acontece com a maioria dos "kits" deste fabricante, as peças são bem moldadas e com poucas marcas do molde, encaixam umas nas outras sem dificuldades, pelo que a montagem, começando pela parte inferior do "chassis", depois de pintadas as peças que o constituem, se revela extremamente simples.

Dado que existem peças que se aconselha pintar antes de proceder à sua montagem, é necessário decidir qual o esquema de pintura a utilizar, que, na fase final da Guerra seria um padrão de camuflagem sobre uma base amarelo escuro, uma pintura cinzenta, tal como no início da Guerra, como resultado da escassez de tinta regulamentar, podendo ou não ser aplicado um padrão de camuflagem as quais, durante o Inverno, seriam cobertas por uma pintura simples em branco.

Optamos por usar uma base cinzento, a cor de recurso quando o "stock" de tinta amarelo escuro escasseava, sobre a qual, na altura da finalização, iriamos aplicar uma camuflagem de Inverno, semelhante aquela que as próprias tripulações aplicavam, por vezes de forma tosca, na própria frente de combate, recorrendo aos recursos disponíveis.

Tipicamente, esta pintura circundava as cruzes nacionais, matrículas e outras insígnias, podendo ser aplicada com pínceis ou mesmo com vassouras, e, quando a tinta escasseava, ser substituída por cal, com o aspecto final a variar grandemente de um veículo para outro, de acordo com os dotes artísticos e imaginação das respectivas tripulações.
Enviar um comentário