segunda-feira, 4 de abril de 2016

O Messerschmitt Bf 109 da Testors - 7ª parte

Sendo uma primeira experiência, é natural que surjam erros ou situações que possam ser melhoradas, pelo que as diversas correcções que fomos introduzindo são lições a ter em conta para o futuro, sendo de prever que, com alguma brevidade, venhamos a colocar mais um destes motores, acompanhado de mais uma caixa para baterias, num cenário, desta vez com um avião em terra. Lembramos que o conjunto composto pelo micro motor eléctrico e respectiva caixa para duas baterias "AAA" com interruptor e um cabo de ligação, quando adquiridos em conjuntos de cinco unidades, pode ficar pelo par de Euros, acrescendo o valor das pilhas que, pelo reduzido esforço necessário, podem estar perto do fim da sua vida útil, encarecendo muito pouco o valor do modelo.

Estes modelos da Testors, apesar de raros, não despertam particular interesse, tendo este sido adquirido por 0.99 Libras, o valor mínimo de licitação, a que acrescem portes, depois de um primeiro leilão em que não houve qualquer interessado, o que revela a manifesta falta de interesse pelos "kits" deste fabricante, independentemente do baixo preço pelo qual são vendidos.

Naturalmente que os "EasyBuilder" ficam hoje entre os modelos de entrada de diversos fabricantes, alguns dos quais, como a Zvezda, oferecem "kits" muito simples de montar e de excelente qualidade, e os "Quick Build" da Airfix, muito parecidos com o Lego e que, sem pinturas ou colagens, permitem um resultado visual interessante.

Assim, salvo pelo muito baixo, quase simbólico preço, ou pela raridade destes modelo, sobretudo no mercado Europeu, pouco justifica a aquisição de um "EasyBuilder" da Testors, a menos que se pretenda o seu uso em jogos de guerra, para conversões, como na reprodução de uma aeronave danificada ou para testes de algum tipo de solução, como a implementação de uma motorização.

Com erros visíveis, como o "capot" do motor demasiadamente comprido e o "cockpit" posicionado muito atrás do que devia, este Messerschmitt, depois de finalizado e com o motor a funcionar, tem um aspecto agradável, mas com erros que não escapam a quem conheça melhor este avião, permitindo, apesar disso, obter algumas fotos interessantes, sobretudo se escolhendo os angulos mais adequados.
Enviar um comentário