quarta-feira, 27 de abril de 2016

O Messerschmitt Bf 109E da Matchbox - 2ª parte

Em termos de desenho do "kit", a Matchbox segue um processo diferente da Airfix, sobretudo no respeitante às asas, optando por moldá-las em dois pares de peças quase simétricas, que constituem as superfícies superior e inferior, enquanto a Airfix nesta altura, e para modelos com esta configuração, fornecia numa única peça toda a superfície inferior das asas.

Devemos dizer que, em termos genéricos, a opção da Airfix é a melhor, resultando numa menor linha de colagens, implicando menos correcções para fazer desaparecer as uniões das peças, e num modelo mais sólido e com menos problemas de alinhamentos, sendo mais simples posicionar correcta e simetricamente as asas em relação à fuselagem.

Colar as asas na fuselagem, no angulo correcto e perfeitamente simétrico é o passo mais complexo, sendo que neste caso fazer desaparecer as linhas resultantes da união das peças é mais trabalhoso do que no modelo da Airfix, um pouco mais complexo e com mais opcionais mas com um preço, na época, mais elevado.

Nesta altura, pode-se pintar o modelo e adicionar as restantes peças, que incluem desde a transparência do "cockpit", previamente pintada, a antena e aos canos dos canhões, finalizando com o trem de aterragem, simplificado, composto de roda, estrutura e tampa, e que pode ser posicionado em posição de terra ou de voo.

A Matchbox fornecia sempre os decalques para duas versões para os modelos desta série, sendo que no caso deste "kit" um era para um avião alemão a operar no Norte de África, com o habitual padrão para este teatro de operação, enquanto o segundo era para um aparelho da Força Aérea Romena, que combateu na frente Leste, pintado no mesmo esquema que a Luftwaffe usava na Europa.

Os decalques da Matchbox eram, para a época, de muito boa qualidade, e o facto de, ao contrário de outros fabricantes, contemplarem sempre duas decorações distintas, mesmo que simplificadas, valorizavam-nos face à concorrência, sendo muito fáceis de aplicar e aderindo perfeitamente nas superfícies, incluindo recessos, algo que nem sempre sucedia com os da Airfix seus contemporâneos.
Enviar um comentário