segunda-feira, 16 de maio de 2016

O "Brummbar" da Esci - 3ª parte

Seguindo as instruções, todo o processo de montagem é simples, sendo nossa opção deixar as escotilhas abertas e interromper a montagem, para efeitos de pintura, antes de colocar as blindagens laterais e os diversos extras incluídos, ficando com o veículo finalizado, com tudo o que na realidade era inamovível, o qual será pintado em conjunto.

Com mais de centena e meia de peças, estão presentes não apenas os elementos do veículo, que incluem todo o conjunto de ferramentas, mas alguns opcionais, como rodados sobressalentes, segmentos extra de lagartas ou "jerry cans", dando ao modelo um maior realismo e aproximação do veículo real, onde este tipo de equipamentos eram habituais.

Junto com o "kit" vêm duas figuras que representam elementos da tripulação, comuns a muitos modelos do mesmo fabricante, usados em veículos alemães de vários períodos da 2ª Guerra Mundial, os quais já não devem usar o uniforme negro do início da guerra, mas o padrão camuflado contemporâneo dos "Brummbar", podendo manter o antigo boné em negro, como forma de conservar um dos elementos mais tradicionais das forças blindadas.

Os "Brummbar", tal como os blindados alemães da mesma época, eram pintados em amarelo escuro, directamente sobre a "zimmerit", caso a tenham de fábrica, com a aplicação do padrão de camuflagem a ser da responsabilidade das tripulações, as quais recebiam um conjunto de tintas solúveis e instrumentos para a respectiva aplicação, resultando nalguma falta de uniformidade numa mesma unidade.

Quando o "zimmerit" era aplicado posteriormente, este era pintado com a cor base, e sobre esta a camuflagem, mas as insígnias e matrículas originais eram sobrepostos, pelo que as tripulações as pintavam de novo, normalmente de forma mais simples, sem os habituais "stencils", podendo estas resumirem-se ao número que o veículo tinha dentro da respectiva unidade.

Já com a pintura finalizada e os números pintados, pode-se dar uma pequena aguada com tinta negra, que irá escorrer nos recessos da "zimmerit", realçando a sua textura, pincelar ligeiramente os rodados com um tom acastanhado, a imitar terra, e terminar com uma nova aguada, acastanhada, sobre todo o modelo.
Enviar um comentário