sexta-feira, 20 de maio de 2016

Os "kits" da Matchbox - 3ª parte

Tal sentiu-se sobretudo a nível de veículos militares, com os "Comet" ingleses, os SdKfz 251, os conhecidos "half track" alemães, ou mesmo o Panzer III, modelos que a Airfix não produzia, a que se seguiram diversos outros modelos, alguns dos quais vieram a ser produzidos mais tarde pela Revell, renovaram o panorama de miniaturas e os modelos utilizados em muitos jogos de guerra.

Mais tarde, a Matchbox lançou-se noutras escalas, produzindo aviões nas escalas 1/48 e 1/32, competindo aí com fabricantes conhecidos, como a Revell, sendo estes modelos de muito boa qualidade, com detalhes que os colocavam ao nível do que de melhor se produzia então, sem que com isso se tornassem excessivamente complexos ou demasiadamente dispendiosos.

O lançamento de alguns conjuntos de figuras veio complementar a oferta, sendo escolhidos os temas mais comuns, como as infantarias alemã, inglesa, americana, japonesa ou australiana, complementada pelas figuras adequadas ao teatro de operações do Norte de África, todas na escala 1/76, sendo que, nalguns casos, foram igualmente produzidas na escala 1/32, aumentando bastante a oferta deste fabricante.

Embora bem modeladas e produzidas em excelentes moldes, nem todas as poses eram de boa qualidade, sendo algumas pouco plausíveis e outras com pouca profundidade, verificando-se alguma falta de rigor histórico, o que, em muitos casos, as fazia perder para os mais antigos conjuntos da Airfix, acabando por ser mais um complemento do que uma alternativa face ao seu mais directo concorrente.

Para os seus conjuntos de figuras, a Matchbox adoptou um padrão muito consistente, normalmente com 49 figuras em 17 posições diferentes, incluindo um morteiro, muito simplificado e, quando aplicável, armas anti-tanque, começando a apresentar mais variações em conjuntos mais específicos, como o de "Comandos" ingleses, onde um bote insuflável substituiu algumas figuras.

Um último conjunto de figuras, designado por "NATO paratroopers", reproduz, na verdade, as forças inglesas que lutaram nas Falkland ou Malvinas, reconquistando esta ilha aos ocupantes argentinos, sendo o único conjunto que sai da temática da 2ª Guerra Mundial, vindo ilustrar um conflito que decorrera muito recentemente e que tem um significado especial para os militares britânicos.
Enviar um comentário