segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Maquete com componentes eléctricos - 8ª parte

Nesta fase, temos uma base, com um suporte de baterias, de onde sai um par de condutores, que fica na parte inferior, um avião, com os respectivos condutores para ligar aos primeiros, pelo que é necessário efectuar a respectiva união, encaminhando de forma discreta os cabos que saem do avião para um orifício na base, que dará acesso ao espaço inferior.

Uma das possibilidades para ocultar a verdadeira função dos condutores que saem do avião, é recorrendo a um bidão e um balde ou "jerry can" ou dois bidões, caso saiam do bocal de abastecimento de combustível, ou com alguma vegetação mais alta caso saiam da parte inferior do modelo.

No primeiro caso, o processo mais simples é colar um bidão de lado, com uma pequena peça a imitar uma bomba manual e fazer um dos condutores passar através do conjunto, enquanto o segundo condutor vai directamente para o outro bidão ou para um balde, muitas vezes usado como retorno para saída de gases ou mesmo excessos provenientes do interior do depósito de combustível, podendo-se usar uma pequena caixa para ocultar ligações adicionais.

A segunda opção é mais simples, ficando os 3 milímetros entre o reservatório extra e o solo quase invisíveis depois de pintar os condutores em castanho, adicionar um pouco de vegetação e, eventualmente, colocar algum elemento cénico adicional, como uma caixa de ferramentas ou mesmo uma figura de um mecânico, resultando na quase invisibilidade da pequena extensão de condutores exposta.

As ligações são efectuadas no espaço existente sob a base, bastante amplo e onde todos os condutores podem ser facilmente acondicionados, recorrendo a conectores de mola, o que permite libertar as ligações em caso de necessidade, aconselhando-se a prendê-los com um pouco de fita isoladora, acondicionando-os de modo a que não fiquem vulneráveis a pequenos esticões.

A finalização pode ser efectuada de forma semelhante a outros exemplos, adicionando algumas figuras, sendo que uma delas pode ser a que gira a manivela que aciona o arrancador de inércia que coloca em movimento o motor do avião, ou mesmo algum veículo de suporte, como um "Kubelwagen", muito utilizado em bases aéreas, ou mesmo um camião que transporte os bidões para abastecimento de combustível, sempre com o cuidado de não sobrecarregar o cenário.
Enviar um comentário