quarta-feira, 31 de agosto de 2016

O Arado Ar 196 da Airfix - 3ª parte

Alertamos para o facto de as principais dificuldades neste "kit" serem os alinhamentos das diversas peças, nomeadamente das asas e lemes, bem como do conjunto de flutuadores, sem o que todo o modelo, independentemente dos acabamentos, perde a sua qualidade, pelo que o este será dos passos que devem merecer maior atenção.

Os "ailerons" das asas devem ser cuidadosamente verificados, removendo os excessos de plástico, e testando a sua funcionalidade, antes de serem colocados em posição e superfície superior e inferior de cada asa colada, aplicando-se o mesmo ao estabilizador na cauda, sendo de optar se as peças ficam móveis ou serão coladas nas posições pretendidas.

Se no caso do leme de profundidade não surgem dúvidas, no caso dos "ailerons" das asas, estes funcionam de forma diferente, movimentando-se de inversa um do outro, ou seja, quando um sobe, o outro desce, sendo o seu objectivo proporcionar um movimento de rotação axial do avião, pelo que, ao contrário de lemes ou "flaps", nunca devem estar ambos para cima ou para baixo.

Com as asas e lemes colados, depois de verificados cuidadosamente os angulos, todas as linhas de união, bastante discretas, devem ser trabalhadas, fazendo-as desaparecer, passando-se à montagem dos flutuadores, compostos por um par de peças, fáceis de unir, e de um leme na rectaguarda, que pode ser orientado da forma pretendida, mas mantendo ambos no mesmo angulo.

A forma como a Airfix concebeu as peças que suportam os flutuadores permite uma instalação simples, unindo-os com os dois suportes principais, que devem ficar perfeitamente alinhados e prontos para encaixarem na fuselagem, o que deve ser testado com cuidado, sob pena de comprometer o resultado final.

Só após a colagem dos flutuadores na fuselagem se adicionam as duas peças que finalizam o conjunto de suporte, efectuando a ligação entre estes e as asas, e que só ficam devidamente posicionados se todos os alinhamentos estiverem correctos, razão pela qual fomos alertando para a necessidade de observar o posicionamento das peças em cada passo da montagem.
Enviar um comentário