segunda-feira, 12 de setembro de 2016

O BT-7 da Zvezda na escala 1/35 - 3ª parte

É de notar que, nos dias de hoje, existe um grande número de fabricantes de "kits" e miniaturas, alguns deles de excelente qualidade, na antiga Europa de Leste, onde a tradição do modelismo se mantém desde os tempos soviéticos, sendo hoje conhecida em todo o Mundo.

No caso deste modelo da Zvezda, simples e fácil de montar, aconselhamos a começar por dar uma camada inicial de tinta nas peças, na cor de base, procedendo depois à montagem dos blocos principais, carroçaria e torre, após o que se pintam os detalhes bem como peças que fiquem menos acessíveis após montadas, como rodados, escotilhas ou acessórios.

A sequência proposta pela Zevzda faz todo o sentido e as instruções são claras e precisas, não deixando dúvidas quanto ao processo a seguir, que aliás acaba por ser semelhante ao da maioria dos modelos de tanques, sendo sempre de ter em atenção angulos e alinhamentos, que devem ser cuidadosamente verificados antes de proceder à colagem e depois de as peças serem limpas de marcas do molde.

Os BT tinham algumas particularidades, e uma delas é a de poderem circular sem lagartas, pelo que, ao contrário de outros tanques, estas são opcionais, tal como é opcional a antena em redor da torre, presente apenas num número limitado de veículos, como os que estavam incluídos nos comandos de unidades ou atribuídos aos comandantes de pelotão.

No início da 2ª Guerra Mundial os tanques soviéticos eram inteiramente pintados em verde, com estrelas vermelhas e números tácticos em branco nas laterais da torre, que normalmente eram colocados dentro de losangos, mas que, pela dificuldade de leitura, evoluiram para uma numeração mais simples e visível, complementado, muitas vezes, com frases patrióticas.

Raramente havia excepções, como a adição de outros elementos ou mesmo de uma camuflagem mais eficaz, sendo excepção a pintura em branco no Inverno, que seria removida passada a época das neves, e que contornava símbolos e insígnias, zonas onde continuava a ver-se o verde original, o qual servia de fundo.
Enviar um comentário