quarta-feira, 21 de setembro de 2016

O T-34 76 da Zvezda na escala 1/35 - 3ª parte

Enfrentando um cada vez maior número de "Panther" e "Tiger" alemães, armados com peças muito mais eficazes do que o canhão de 76.2 mm dos T-34, a vantagem do início da guerra perdeu-se, surgindo então a versão final, armado com uma excelente peça de 85 mm que, tal como o 88 mm alemão, tinha origens num canhão anti-aéreo.

Os modelos da Zvezda de que dispomos reproduzem os modelos de T-34 armados com peças de 76.2, sendo equiparáveis, em termos de qualidade, ao BT-7 do mesmo fabricante, pelo que muito do que dissemos relativamente ao modelo anterior é aqui aplicável, seja em termos de montagem, seja de pintura e finalização.

Naturalmente, surgem algumas diferenças, e no caso dos T-34 é impossível finalizar os "kits" sem as lagartas montadas, dado que estas eram absolutamente essenciais para a sua mobilidade, sendo de ter uma maior atenção ao interior caso se opte pelas escotilhas em posição aberta, sobretudo nas versões iniciais, onde uma única escotilha, de muito grandes dimensões, permitia o acesso pela torre.

Também em termos de pintura os T-34 oferecem mais possibilidades do que os BT, sendo conhecidos exemplares com padrões de camuflagem e mesmo alguns que nem foram pintados, surgindo em batalhas da maior importância, como Estalinegrado, apenas com o primário, o que lhes dava uma aparência acastanhada, por vezes com uma camuflagem de Inverno, em tons de branco, aplicada directamente sobre o primário.

Também os "slogans" eram mais comuns nos T-34 do que em modelos anteriores, sendo visíveis em muitos os nomes de cooperativas que tinham doado o dinheiro necessário para a construção daquele tanque, começando igualmente a surgir frases patrióticas e insígnias de aliados da União Soviética, como os polacos que combatiam na frente Leste.

É de notar que à medida que a guerra se prolongava, e por vezes atingia níveis de maior complexidade, com a possibilidade de derrota a surgir no horizonte, muitas imposições desapareciam, dando lugar a uma maior expontaneidade e tolerância, patente na permissão de uso de símbolos religiosos, algo que em tempo de paz era absolutamente proíbido no exército soviético, pelo que a variedade na decoração de um modelo, igualmente aumenta.
Enviar um comentário