segunda-feira, 26 de setembro de 2016

O T-34 76 da Zvezda na escala 1/35 - 5ª parte

A partir de 1942, os T-34 capturados eram enviados para uma fábrica alemã onde eram adaptados, recebendo um equipamento de rádio compatível, novos sistemas de armazenamento, armas ligeiras alemãs e, no caso dos modelos 1943, com duas escotilhas, uma cúpula para o comandante, semelhante à utilizada nos carros de combate alemães, e que proporcionava melhor visão a partir do interior, recebendo a designação de T34-747 (r).

Os T-34 ao serviço dos alemães, caso modificados na fábrica, eram pintados de forma semelhante aos restantes tanques, com uma base amarelo escuro e padrões de camuflagem em verde e castanho avermelhado, sobre o que eram pintadas as cruzes, números tácticos e insígnias de unidade regulamentares, enquanto aqueles que eram modificados no terreno mantinham a pintura original, removendo-se as insígnias soviéticas, que eram substituídas pelas alemãs.

Tal como com outros veículos capturados, os T-34 ao serviço dos alemães que mantinham a pintura original possuiam um maior número de insígnias de identificação, como forma de evitar serem confundidos com os soviéticos, algo que, obviamente, nem sempre acontecia, o que podia tanto ser uma vantagem como uma desvantagem, dependendo das circunstâncias exactas.

A exemplo do que acontece com outros modelos deste fabricante, os T-34 da Zvezda são simples de construir e reproduzem correctamente este famoso carro de combate, algo que podemos esperar por parte de quem opera a partir da Rússia, onde o volume de informação, incluindo-se aqui o elevado número de T-34 em museus e monumentos, bem como a exigência do público não é compatível com falhas.

Por outro lado, a Zvezda produz não apenas os diversos modelos de T-34, como diversos veículos baseados neste, tal como os canhões de assalto SU-85, bem como uma extensa variedade de carros de combate, viaturas blindadas, camiões e figuras que representam bem o Exército Soviético durante toda a última Guerra Mundial, não apenas nas escala 1/35, como neste caso, mas também nas escalas 1/72 e 1/100, estes últimos destinados, sobretudo, a jogos de guerra.

A relação preço qualidade é, portanto, muito favorável, e estes "kits", não sendo tão sofisticados como, por exemplo, os da "Dragon", são francamente mais baratos e fáceis de montar, adequando-se bem aos menos experientes que se queiram iniciar no modelismo nesta escala e que aqui encontram a possibilidade de escolher o modelo de T-34 que mais apreciem.
Enviar um comentário