segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Construções impressas em cartão - 3ª parte

O passo seguinte é dobrar e vincar as diversas peças, sendo que optamos por fazer uma pequena alteração na casa, cortando a lingueta para colagem dos triangulos que suportam o telhado, nas extremidades, e colando-o no interior, de modo a que as diversas peças fiquem com um melhor alinhamento, sem que uma se sobreponha à outra.

A outra alteração, que mencionamos previamente, foi cortar 4 milímetros na base da peça onde está a porta e o mesmo no topo da peça oposta, do que resulta diminuir a altura do modelo, que assim fica mais compatível com as figuras que utilizamos e com as janelas à mesma altura, tal como aconteceria na realidade.

Optamos por alguns melhoramentos, como o cortar as janelas e colocar transparências, que podem ser partes de caixas de CDs, e recuar um pouco a porta, para dar alguma profundidade, sendo ainda possível adicionar texturas ou alguns elementos no exterior, uma pequena base, envernizar o conjunto, entre muitos outros que ficam à imaginação dos modelistas que, face ao baixo custo, podem repetir várias experiências, optando pelo resultado que considerarem como o mais adequado ao fim em vista.

Nesta altura, pode-se proceder à montagem, começando pelas paredes, o que na casa corresponde a duas peças em "L", com um complemento triangular nos topos, enquanto na guarita é uma única peça, seguindo-se os telhados, que no primeiro é composto por duas peças, coladas em angulo, e no segundo numa peça que, devidamente cortada, resulta numa pequena pirâmide.

Com os telhados colados nas respectivas construções, procedem-se aos ajustes, de modo a que todos os ângulos fiquem correctos e os alinhamentos das várias peças seja o pretendido, com os rebordos dos telhados a sair ligeiramente e de forma uniforme em todo o perímetro.

Pode-se retocar as juntas, o que no caso da guarita pode ser um pouco complexo, sendo essencial refazer as faixas em vermelho, branco e negro, e de bom tom pintar o interior, que pode ser em cinzento claro, enquanto para a casa, basta um tom de tijolo para fazer desaparecer as zonas de dobragem e colagem.
Enviar um comentário